quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

PAPOABERTO

Aqui retrataremos sobre vários assuntos sempre de maneira objetiva e direta, e vocês podem deixar sugestões. 
O que é ser missionário?
Missionário é aquele que anuncia o Evangelho, fazendo suas as palavras e o testemunho de Jesus Cristo; mas é também aquele que, mesmo sem anúncio explícito,
encarna e vive cada uma dessas palavras, transformando-as em gestos concretos de solidariedade.
Missionário é aquele que está disposto a sair, lançar-se em terras estranhas e inóspitas, abrir veredas novas no deserto ou na selva; mas é também aquele que se dispõe a ficar, convertendo-se em presença viva e atuante em cada dor humana e em cada porão de sofrimento.
Missionário é aquele que, por seus feitos e dedicação, ganha imagens impressas e coloridas, fixadas em profusão nas paredes de templos e casas; mas é também aquele que, desconhecido e silencioso, oferece no altar do anonimato sua vida e suas forças.
Missionário é aquele cuja voz e ação entusiasma e congrega ao seu redor multidões;
mas é também aquele que, caso a caso, faz-se o companheiro mudo de cada solidão,
o refúgio e bálsamo para o abandono e a exclusão.
Missionário é aquele cuja face divino-humana espelha os traços de um Deus pai e mãe,
cheio de amor, misericórdia e compaixão; mas é também aquele em cujo rosto humano-divino; imprimem-se as angústias e esperanças dos pobres.
Missionário é aquele que sobe à montanha, onde reza e se deixa interpelar pela presença do Pai; mas é também aquele que desce à rua e aos campos e, no contato vivo com mulheres e homens desfigurados, questiona e pugna por uma sociedade justa e solidária.
Autor: Pe. Alfredo Gonçalves – Pastoral Social da CNBB
_____________________________________________ 
O QUE É SER MARIANO ?

Não tenha medo de ser mariano

Não tenha medo de ser mariano, aquele que é mariano ama a Jesus em sua mãe

É exatamente isto: nós que temos buscado caminhar na justiça, sermos justos e fiéis a Deus precisamos nos alegrar. A liturgia vem nos trazendo a Palavra de Deus com o profeta Joel que vem nos revelar o Senhor, nos trazendo a realidade da punição para os ímpios e fazendo com os que caminham na justiça alegrem o coração.
 “Ô justos, alegrai-vos no Senhor”. Quando ouvimos as leituras que tratam da realidade de julgamento aos infiéis ficamos atemorizados, abalados, mas nossa fé precisa ser sustento. Precisamos ter a decisão de estar com o Senhor, mergulhar Nele, clamá-lo. É isto que nos mantém apaixonados pelo Senhor e faz com que não tenhamos medo de caminhar em sua justiça.
Se é a nossa geração a ver a segunda vinda do Senhor, eu não sei, mas as realidades escatológicas estão se cumprindo. Talvez os sinais sejam a intensidade com que as realidades que Jesus descreveu na Palavra estão acontecendo. Estes sinais nos provocam, nos cercam. Como o mal que alastra. A Bíblia diz que o mal vai crescer tanto no mundo que a fé de muitos esfriará, precisamos viver nossa fé buscando ao Senhor com intimidade, respeito, compromisso e  desejo de corresponder ao amor do Senhor. É este amor mútuo que nos aproxima do Senhor e nos faz parecer com Ele.
O fogo deste amor a Deus vai fazendo com que nossas atitudes sejam mais próximas às do Senhor e o que Ele deixou pra nós. Esta busca incansável pelo Senhor alimenta em nós o desejo de viver o que o Senhor nos chama.

O Senhor será refúgio para seu povo

Temos visto uma perseguição real a nossa fé a ponto de acontecer martírios, igrejas serem destruídas, ao mesmo tempo temos percebido o esfriamento da fé no mundo. Vemos o continente europeu gélido, igrejas que são somente para visitas fotos. Temos contemplado sinais de que Jesus está voltando.
O catecismo diz que antes da vinda de Jesus a fé de muitos será provada. O Senhor será refúgio do seu povo em qualquer situação, em qualquer circunstância. Portanto, clamai ao Senhor, pois é a Ele que devemos recorrer.
Virão perseguições, mas Deus sempre será para nós refúgio e segurança, Ele se deixa encontrar, é nosso refúgio, sustento e segurança! Se nossa geração for a geração da grande tribulação, a poto de sermos levados aos tribunais por causa do nome de Cristo, devemos aguentar firme porque o Senhor é refúgio de seu povo. Não temos que temer a nada e a ninguém, nem ao diabo porque o Senhor é nossa segurança.
Você pode até pensar se conseguirá resistir às provas e defender a fé com a sua vida,  a Palavra de hoje diz que o Senhor é a fortaleza de seu povo, portanto, você não estará desamparado. A partir de tudo que ouvimos hoje temos meios para permanecermos fortes.

É este o espírito mariano, louvar a Jesus na presença de sua mãe

Se recorrermos sempre ao Senhor seremos fortes como a Virgem Maria, teremos forças para passarmos pelo vale da morte. Depois do sepulcro Maria estava no cenáculo com os discípulos pedindo o Espírito Santo e pode contemplar a ressurreição de Jesus.
A Palavra de Deus diz da mulher que louvou Jesus em sua mãe, “bendito os seios que te amamentaram”. É este o espírito mariano, louvar a Jesus na presença de sua mãe. Tem algumas pessoas que tem o entendimento muito curto e não conseguem compreender que tudo aquilo que é referente a Maria é para exaltar Jesus e não a si mesma. Ela permaneceu Virgem para glorificar o filho, isto é dogma.

Imagine se o céu entraria em alguém impuro?

A Igreja definiu o dogma da Imaculada Conceição e lá diz que ela foi concebida sem pecado original pelos méritos de Cristo. Imagine, se a doutrina do purgatório e porque ninguém pode entrar impuro no céu, imagine se o céu entraria em alguém impuro? É fácil de entender.
Não tenha medo de ser mariano, aquele que é mariano ama a Jesus em sua mãe, não a despreza. “É feliz aquele que lhe amou e os seios que te amamentaram”. Jesus aproveitou para dar um ensinamento, que não despreza o louvor daquela mulher, ele diz: “Mais felizes são os seios que te amamentaram”.
Ninguém mais que Nossa Senhora colocou o ensinamento do senhor em prática. Portanto, não podemos ter medo de amar a Virgem Maria, é por mérito de Cristo que a amamos. Ela é feliz porque acreditou e colocou em prática a Palavra de Deus e intercede para que sejamos fiéis a Palavra e a colocamos em prática. Onde está a mãe, está o filho. Peça a mãe que o Filho atende!
Não podemos ser meros ouvintes da Palavra, mas praticantes. A palavra de Deus prepara o terreno para o milagre.
Precisamos levar Maria para casa, e isto é dizer a Jesus que sua casa é terra de milagres. Não tenha medo de consagrar seu matrimônio, seus filhos, pedir pela libertação do alcoolismo, pois, ela é aquela pela qual a Palavra de Deus se fez carne. A Palavra de Deus opera através daquela que trouxe Jesus ao mundo.

Nossa Senhora intercedeu pela libertação de uma pessoa que estava na umbanda

Pode demorar, mas a graça vai acontecer. Orei oito anos pedindo a libertação de uma pessoa que amo muito e estava na umbanda, rezava todos os dias o Ofício de Nossa Senhora pedindo por esta pessoa. Certo dia senti como se Nossa Senhora tivesse dizendo que ela cuidaria de tirar aquela pessoa da umbanda, e assim foi, a pessoa largou tudo aquilo que fazia para seguir a Jesus Cristo. Não tenha medo de pedir, de clamar porque o poderoso fez grandes coisas nela e por ela. No fim dos tempos teremos a presença, o sustento dela.
Entre no coração da Virgem que é refúgio, lugar seguro, ela combaterá conosco. O inferno treme de medo ao ouvir o nome de Maria, porque o pecado que Lúcifer cometeu foi do orgulho e Maria é a humilde serva do Senhor. As veze,s não rezamos o terço, achamos que é banal, mas digo: “volte a Maria e o diabo não vai passar nem perto da sua casa”. Para o que ele disse não, ela disse sim. Portanto ele não pode tocar nos filhos dela.

É hora de voltarmos á nossa essência católica e avançarmos na vontade de Deus.

Um comentário:

  1. Aconteceu anteontem, 31/08/2008 uma linda romaria nacional catequética a cidade de Aparecida em direção a Basílica Nacional de Nossa Senhora de Conceição Aparecida. O interior da igreja ficou lotada durante a missa catequética deste segundo ano catequético em 54 anos de existência da catequese no Brasil. O primeiro ocorrera à 50 anos. Esteve presente arcebispos, bispos, padres, diáconos, e milhares de leigos dedicados a catequese. O Bispo dom Beni se fez presente. Após a missa um lindo espetáculo na Tribuna foi apresentado em forma de música, teatro, dança, expressão os milhares de catequistas que compareceram. A diocese de Lorena se fez presente com dezenas de catequistas da formação para Primeira Eucaristia e Crisma. Lá foi ressaltado, assim como nas diveras comunidades Brasil afora que a catequese inicia-se na família, a importância da intimidade com a Palavra e a vivência desta assim como uma aproximação maior com a Eucaristia. Abraços, prof. Milet.

    ResponderExcluir