quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

PAPOABERTO

Quem é de Deus pode brincar o Carnaval?
Você já fez essa pergunta?
O carnaval é uma festa popular que começou lá na antigüidade, na Grécia e Roma Antiga.
Como o cristianismo nasceu por aqueles lados e os cristãos romanos gostavam de uma festa (lembra da romaninha Santa Cecília, a padroeira da música?!), não acabaram com festas como o carnaval, só deram uma “mudadinha” nelas…
Ao longo dos céculos, os cristãos substituíram o que era pecado nas festas, tipo as bebedeiras, por torneios esportivos, festivais de teatro. Acabaram com as homenagens aos deuses e substituíram pelos festejos do Natal, Ano Novo, Reis, etc.
Êi… o carnaval que a gente vê por aí tá mais pra festa pagã… Você não acha?! Cadê nós cristãos pra fazer a diferença?
Os Amigos de Jesus podem brincar o Carnaval?
Depende de como… Você sabe o que magoa Jesus no carnaval? Ver as pessoas que Ele ama tanto, prejudicando a saúde com bebidas e as drogas. Ou manchando a alma com o pecado.
Maaaaaaaas… cantar, dançar, fazer festa a gente pode! Porque nosso Deus é feliz e nos quer felizes.
São Felipe Neri disse: “Devemos combater a tristeza, não a alegria. Longe de mim, o pecado e a tristeza!”
Existem muitas festas, como nos retiros de Carnaval (aqui na Canção Nova a gente sempre faz), com muita alegria, que podemos participar.Cabe a cada um, conforme a sua consciência, escolher de que lado da festa quer estar. Não basta ser cristão, é preciso testemunhar!


Curiosidade
A palavra “carnaval”, expressão do latim “carnem levare” significa “adeus, carne!”, já que a festa acontece antes daquaresma, que é tempo de jejum e penitência, tempo onde ficamos sem comer carne e oferecemos o sacrifício. Pra nós isso pode ser moleza, mas para os romanos daquele tempo acho que não, rendeu até o nome da festa.
Eu conheço muitas pessoas que na quaresma deixam de comer chocolates, beber refrigerante e é legal, porque fazem um sacrifício sem sacrificarem a sua saúde. (Pra mim que não ligo muito pra essas coisas, já não seria sacrifício… Tenho que achar algo que me custe deixar de lado durante toda a quaresma). Voltando à pergunta…

Um comentário:

  1. Aconteceu anteontem, 31/08/2008 uma linda romaria nacional catequética a cidade de Aparecida em direção a Basílica Nacional de Nossa Senhora de Conceição Aparecida. O interior da igreja ficou lotada durante a missa catequética deste segundo ano catequético em 54 anos de existência da catequese no Brasil. O primeiro ocorrera à 50 anos. Esteve presente arcebispos, bispos, padres, diáconos, e milhares de leigos dedicados a catequese. O Bispo dom Beni se fez presente. Após a missa um lindo espetáculo na Tribuna foi apresentado em forma de música, teatro, dança, expressão os milhares de catequistas que compareceram. A diocese de Lorena se fez presente com dezenas de catequistas da formação para Primeira Eucaristia e Crisma. Lá foi ressaltado, assim como nas diveras comunidades Brasil afora que a catequese inicia-se na família, a importância da intimidade com a Palavra e a vivência desta assim como uma aproximação maior com a Eucaristia. Abraços, prof. Milet.

    ResponderExcluir