sábado, 30 de dezembro de 2017

FORMAÇÃO SOBRE LITURGIA/ATITUDES/COTIDIANA



http://migre.me/3R58v

FORMAÇÃO SOBRE LITURGIA /DE ATITUDES / COTIDIANA.



Espiritualidade
A espiritualidade pode ser definida como uma "propensão humana a buscar significado para a vida por meio de conceitos que transcendem o tangível, à procura de um sentido de conexão com algo maior que si próprio". [1] A espiritualidade pode ou não estar ligada a uma vivência religiosa. [2]
Segundo diversas confissões religiosas, a espiritualidade traduz o modo de viver característico de um crente que busca alcançar a plenitude da sua relação com o transcendental. Cada doutrina religiosa comporta uma dimensão específica a esta descrição geral; mas, no aspecto religioso, pode-se traduzir a espiritualidade como "uma dimensão do homem" como ser "naturalmente religioso e que constitui, de modo temático ou implícito, a sua mais profunda essência e aspiração".[3]
Alguns autores, porém, defendem a existência de uma espiritualidade inclusive em meio ao ateísmo. Karl Marx fala de uma "espiritualidade sem Deus" no sentido de uma abertura para o ilimitado, um reconhecimento de sermos seres relativos, mas abertos para o absoluto. Seria o reconhecimento da dimensão misteriosa e ilimitada da existência, que não precisaria passar por alguma explicação religiosa; uma experiência que vai além do intelecto.[4]
Atualmente, a espiritualidade tem sido bastante estudada no que se refere às suas relações com a saúde humana [2] [5] [6]. A Organização Mundial de Saúde (OMS) vem aprofundando as investigações sobre a espiritualidade enquanto constituinte do conceito multidimensional de saúde; atualmente, o bem-estar espiritual vem sendo considerado mais uma dimensão do estado de saúde, junto às dimensões corporais, psíquicas e sociais. [7]


FALAREMOS AO LONGO DO ANO DE VARIAS ESPIRITUALIDADES EXISTENTES ... ...

Um comentário:

  1. Sempre é bom recordar.. Conhecemos e nem sempre lembramos de tudo!Obrigado por fazer-nos recordar! Paz e Bem!

    ResponderExcluir